SIGA BRASIL SEM PEDOFILIA ATRAVÉS DO E MAIL

sexta-feira, 6 de maio de 2016

GAROTA DE 15 ANOS SE DEDICA À LUTA PELO FIM DO CASAMENTO INFANTIL

Após sua melhor amiga, de apenas 14 anos, ter sido forçada a se casar, Omaima Hoshan luta contra esse 'costume'


Com 11 anos, Omaima Hoshan saiu de seu país de origem, Síria, e passou a viver em um campo de refugiados na Jordânia. Foi lá que ela começou a perceber que a maioria de suas amigas, quando completavam 12 ou 13 anos, se despediam de todos pois iriam se casar e abandonar a escola.
 
A adolescente decidiu fazer algo quando sua melhor amiga lhe contou que se casaria com um homem mais velho ao completar 14 anos. E, desde então, Omaima nunca mais a viu. Inspirada em Malala, ela decidiu que poderia ajudar a conscientizar as pessoas sobre os problemas do casamento infantil.

"Eu podia ver a dor das meninas que iriam se casar (...) Seus corpos não estão prontos para o parto e, emocionalmente, elas não estão prontas para serem esposas e mães", disse Omaima em entrevista ao Mashable.

Ela passou a explicar sobre o assunto para os amigos e para os pais de outras meninas. Ela também organizou aulas de desenho, canto e teatro para conversar melhor sobre o problema através da arte.
 
Omaima conseguiu o apoio da Agência da ONU para Refugiados, que oferece terapia de casal para aqueles que tentam forçar o casamento infantil - além de palestras sobre os riscos de gravidez na adolescência.

"Quando eu vejo meninas tão jovens se casando, eu fico assustada. Elas têm o seu futuro perdido e destruído e isso é algo que eu não posso aceitar", diz Omaima em vídeo da Agência da ONU para Refugiados.

O casamento infantil ainda é muito comum em diversos países. Na Síria, por exemplo, em 2011 aproximadamente 13% de todos os casamentos envolviam um menor de idade. 

FONTE: REVISTA CAPRICHO

http://capricho.abril.com.br/vida-real/garota-15-anos-se-dedica-luta-pelo-fim-casamento-infantil-947902.shtml

Um comentário:

  1. Seria verdade que as meninas abusadas por adultos se casam com homens mais velhos?
    Embora pela Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança (CRC) o Casamento Infantil seja considerado como uma violação dos direitos humanos, o Brasil ocupa o quarto lugar no mundo em números absolutos de mulheres casadas antes dos 15 anos.
    A ONG Instituto Promundo, que desde 1997 estuda o “casamento” de adolescentes com homens bem mais velhos, afirma que os principais motivos dos casamentos das ninfetas com homens bem mais velhos são os abuso sexuais praticados pelos adultos que interagem com as crianças, a pobreza, a falta de perspectivas, e o desejo de deixar a casa dos pais, para obter uma vida melhor.

    ResponderExcluir