SIGA BRASIL SEM PEDOFILIA ATRAVÉS DO E MAIL

quinta-feira, 9 de abril de 2015

O QUE A CRIANÇA PRECISA SABER SOBRE SEU CORPO E SOBRE VIOLÊNCIA SEXUAL?


Lembrando que a educação sexual deve fazer parte do cotidiano do lar e da escola no processo de prevenção, a criança precisa construir alguns conceitos básicos de proteção. Você pode se orientar por 5 ideias simples. Ela deverá ser capaz de:
·        Entender que tem controle e é dona do seu próprio corpo.
·        Compreender que tem o direito de recusar toques e carinhos, por mais inocentes que estes sejam.
·        Saber nomear todas as partes do corpo, incluindo as partes íntimas, seja pelo nome científico ou pelos apelidos familiares.
·        Diferenciar TOQUE DO SIM e TOQUE DO NÃO (ver livro), levando em conta as circunstâncias de necessidade de cuidados de saúde e higiene.
·        Identificar pessoas de confiança de sua convivência ou fora dela, caso precise de ajuda em situações de abuso sexual.

O que fazer se eu suspeitar que a criança sofreu violência sexual?
Em caso de suspeita, você pode procurar a ajuda de um profissional capacitado (psicólogo, médico, assistente social), do Conselho Tutelar da sua cidade ou da delegacia. Lembre-se que a denúncia ou notificação deve ser feita em caso de SUSPEITA. A investigação e/ou confirmação não é realizada pelos pais ou educadores, devendo os órgãos responsáveis se ocuparem disso.
Se a criança contar para você, procure ouvi-la. Tente mostrar um semblante acolhedor e enfatize que você acredita na criança, deixando bem claro que ela não é culpada por qualquer coisa que tenha sido obrigada ou tenha aceitado fazer.
Em seguida, você pode procurar ajuda nas seguintes instâncias:
·        Conselho Tutelar da sua cidade
·        Disque 100
·        Ministério Público - Disque 127
·        Delegacia da Infância e Adolescência da sua cidade


FONTE: PIPO E FIFI

http://www.pipoefifi.org.br/proteja.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário