SIGA BRASIL SEM PEDOFILIA ATRAVÉS DO E MAIL

sábado, 1 de outubro de 2011

ROMAN POLANSKI PEDE DESCULPA PELO ABUSO SEXUAL




Dois anos depois de ter sido preso na Suiça, o realizador de “Carnage” apresentou o documentário “Roman Polanski: A Film Memoir” onde pede desculpa a Samantha Greimer pelo abuso sexual em 1977.
O realizador Roman Polanski pediu desculpa a Samantha Greimer, vítima de abuso sexual, através do documentário “Roman Polanski: A Film Memoir”, que apresentou pela primeira vez no Zurich Film Festival na passada terça-feira. No final da exibição o realizador disse “Ela é duplamente vitima: Minha vítima e vítima da imprensa”.

O documentário foi realizado por Laurent Bouzereau e é baseado em algumas entrevistas com Roman Polanski, enquanto este esteve em prisão domiciliária em 2009. O filme começa com a imagem da prisão suíça, onde o realizador de 78 anos esteve encarcerado e umas imagens do seu alojamento em Gstaad nos Alpes suíços.

Roman Polanski regressou a Zurique dois anos depois de ter sido preso pelas autoridades suíças, devido ao fato de ser acusado de abuso sexual de uma jovem de 13 anos em 1977. Assim, acabou por não receber o prémio carreira no Zurich Film Festival em 2009. Como não conseguiu receber nessa altura, dois anos mais tarde Polanski regressou ao festival para receber o seu prémio.

O realizador nunca mais voltou ao território Americano desde 1978, depois de ter sido considerado culpado pelo crime abuso sexual. Em 2010 as autoridades norte americanas tentaram extraditar o realizador para os Estados Unidos, mas o governo suíço recusou o pedido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário